Tecnologia do Blogger.

02 julho 2010

Por que eu não aprendo? - Teologia da Jabulani

É a mais pura verdade: eu pensava que a Holanda ganharia o jogo hoje quando acordei. Só que o Brasil começou de um jeito que eu cheguei a pensar que seria uma goleada para cima da "laranja Mecânica", que, no primeiro tempo, mais parecia uma mexiriquinha de nada. O pior é que nessa hora sempre vem um pensamento macabro à mente: "time que não faz, leva!" Não deu outra. O segundo tempo começou, cada jogador com um salto alto tipo "Luis XV", com jeito de "já ganhei" ou "pode bater que o gigante é mansinho". Nunca vi arrogância, prepotência ou salto alto ganhar alguma coisa. Foi só o time tomar aquele gol "sai-que-é-sua-Júlio-César-ops-que-é-que-esse-Felipe-Melo-tá-fazendo-aí", que o negócio virou de um jeito que houve uma desconversão (porque eu acho o termo "conversão" tão lindo, por me lembrar o cristianismo bíblico, que não quero usá-lo) no time brasileiro, o qual foi tomado por uma comum falta de senso de bisonhice e um sentimento pró-expulsão (Felipe Melo que o diga), que uma das viradas mais bisonhas da história da Seleção Canarinho se tornou em triste realidade. Achei o comentário de Cruyff arrogante e típico de quem se acha a última bolacha do pacote, mas tive que concordar: o brasileiro que pagou para assistir lá no estádio deve ter pedido o dinheiro de volta. O pior é que agora não adianta chorar o leite derramado ou a falta do pato, ganso, seja lá que bicho for. O que sinto é que de quatro em quatro anos, nunca aprendo a lição: para quê investir tempo e dinheiro em copa do mundo? Mesmo quando o Brasil ganhou o penta ou o tetra, não fiquei nem um centavo mais rico muito menos mais sábio. Gritei "é campeão", mas, e daí? Depois voltei à vida normal do mesmo jeito que voltarei agora que a seleção fracassou. Quem sabe agora eu aprendo a ler mais a Bíblia, orar mais, gastar tempo com o que realmente importa? Pois isso é remir o tempo, porque os dias são maus.
É isso aí. Só Jesus mesmo nos faz vencer todas as copas da vida, não com um pódio de glórias humanas, mas com sua cruz, por meio da qual fez brilhar a glória do Pai que triunfa sobre o pecado e a injustiça. É isso aí, meu povo! Numa linguagem da recente Teologia da Jabulani, "bola pra frente"!

1 comentários:

Samuel 2 de julho de 2010 21:44  

Charles,
Boa coisa é aprender lições com as coisas do dia-a-dia.
Obrigado pelo pensamento.
abraço,

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Google Search

  ©Template by Dicas Blogger.