Tecnologia do Blogger.

22 fevereiro 2013

RESPEITO, CRÍTICA, CONHECIMENTO, LIBERDADE DE EXPRESSÃO E EVANGELHO


A passagem da blogueira cubana Yoani Sánchez provocou várias manifestações no país. Por ser uma crítica do regime dos “irmãos Castro”, recebeu tanto apoio de simpatizantes quanto rejeição de opositores. Um episódio em particular chamou a minha atenção. Em um evento na Livraria Cultura da Avenida Paulista ela se viu cerceada de seu direito de expressão por manifestantes que discordam de suas críticas à falta de liberdade de expressão em seu país! Resultado: a entrevista teve de ser cancelada. Irônico, não?
Na internet, participo do facebook, onde não apenas interajo com amigos mas também tento influenciar por meio de opiniões que procuro alinhar com a Bíblia. Um dos temas que gosto de refletir e debater é sobre a “corrente musical gospel” da atualidade. Entretanto, é só discordar de um cantor famoso que se iniciam críticas do tipo: “Pare com isto! Quem julga é Deus!” Por trás disto ouço: “Respeite essa pessoa! Ela tem o direito de cantar e adorar como quer!” O primeiro sentimento que vem ao meu coração é: será que estou sendo desrespeitoso simplesmente por discordar de alguém? O que dá a um cantor  ou pregador famoso o direito de um fórum privilegiado isento de críticas?  Por que apenas esses teriam a liberdade de pregar, cantar e, enfim, se expressar e não eu? Infelizmente a  "liberdade moderna" tem tolhido a oportunidade de falar e de interagir, promovendo o empobrecimento e embrutecimento do conhecimento. Para a Igreja do Senhor Jesus, isto é fatal!
A Palavra de Deus nos informa a maneira de agir com liberdade, respeito, crítica e responsabilidade, destacando a importância disto tudo para a promoção da verdade (que liberta) e da glória de Deus:
1. Exercite seu senso crítico: 1 Pedro 4:7 – Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações. Criterioso é alguém que revela possuir critério e juízo. Paulo, mesmo consciente de que suas palavras eram inspiradas por Deus, não usou disto para inibir a seus ouvintes: 1 Coríntios 10:15 Falo como a criteriosos;  julgai vós mesmos o que digo. E o que dizer dos irmãos de Beréia? Atos 17:11 – Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim. E eles estavam submetendo ao crivo o que PAULO e SILAS estavam pregando, heim! Não. Não é proibido pensar.
2. Estabeleça como fundamento as Escrituras: Ainda é o texto de Atos 17:11 que nos ajuda aqui. Os bereanos foram mais nobres porque examinavam o que estava sendo pregado sob o crivo da Palavra. Note que eles não estavam criticando as intenções e os sentimentos de Paulo e Silas, mas o que eles pregavam! Desta forma, tanto o que se prega quanto o que se canta deve estar alinhado com as Escrituras. A intenção do cantor ou pregador (que é subjetiva) pode ser a melhor possível; mas o o que ele cantar, pregar, escrever deve refletir a genuína verdade da Palavra (que é objetiva). E nisto devemos estar atentos: 2 Pedro 2:1-3 Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras... Pedro não apresenta isto como uma possibilidade, mas como uma realidade: “haverá”! E o falso ensino virá dissimuladamente, exatamente para enganar, seduzir e enfraquecer os que ignoram o senso crítico da Palavra.
3. Conheça o estilo de vida da pessoa: Ao tratar dos falsos profetas que se apresentam como ovelhas, mas que por dentro são lobos roubadores, Jesus alerta os seus discípulos: Mateus 7:20 – Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis. É preciso ir além do que vemos. Ou, como se diz no popular, ir além dos fatos. É preciso sim, conhecer o testemunho, estilo de vida e compromisso do pregador e do cantor com o Senhor. No caso de cantores e músicos, há muita gente séria e comprometida com o Senhor, com a sua família e com a igreja, mas há gente que é apenas animador de auditório, cantor gospel e um showman travestido de crente.
4. Seja respeitoso sem abrir mão da verdade da Palavra: Devemos cuidar da maneira como nos expressamos para que, mesmo que venhamos a discordar de maneira veemente de alguém, não ofendamos a pessoa em si. Filipenses 2:3 – Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não estou amenizando. Meu interesse é que estimulemos um debate sadio para crescimento do Corpo de Cristo por meio da sua Palavra e não fechemos o tema num ataque pessoal. Atente que o debate que me refiro vem sempre a partir da Bíblia e não de achismos pessoais ou relativismos culturais.
5. Procure o entendimento da Palavra
Em alguns debates no facebook ouço críticas de pessoas que acusam aqueles que criticam uma música ou pregação de serem “os intelectuais”. Deixo claro aqui que não considero essa crítica ofensiva. Pelo contrário! O povo de Deus deve prezar pelo entendimento: Efésios 4:23 – e vos renoveis no espírito do vosso entendimento. Pedro também afirma: 1 Pedro 1:13 – Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios... Essa sobriedade da Palavra deve nos acompanhar em toda a nossa devoção a Deus: 1 Coríntios 14:15 – Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com a mente; cantarei com o espírito, mas também cantarei com a mente. Parece que esse texto de Paulo tem sido esquecido ou ignorado nos últimos dias.
Que nestes dias tão difíceis possamos lembrar o compromisso que temos para com o nosso Deus de sermos luzeiros neste mundo (Fp. 2.15), atuando tanto contra as trevas do engano que conduzem as pessoas sem Deus no mundo, quanto contra as trevas do engano que seduzem muitos nos arraiais do povo do Senhor. Termino esta reflexão com este precioso ensino da Palavra:
Provérbios 2:1-6
Filho meu, se aceitares as minhas palavras e esconderes contigo os meus mandamentos, 2 para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido e para inclinares o coração ao entendimento, 3 e, se clamares por inteligência, e por entendimento alçares a voz, 4 se buscares a sabedoria como a prata e como a tesouros escondidos a procurares, 5 então, entenderás o temor do SENHOR e acharás o conhecimento de Deus. 6 Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento.

Read more...

01 fevereiro 2013

De volta ao blog!

Estou de volta depois de uma confusão daquelas que o Blogger arrumou com meu login. Espero usar este espaço novamente para trazer algumas reflexões sobre a música na igreja e análises de letras do que é cantado por aí nas igrejas.

Abraço!

Read more...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Google Search

  ©Template by Dicas Blogger.